👏  Seja bem-vindo(a) ao nosso novo site! O site antigo ainda pode ser acessado aqui. Leia sobre o novo design do site e envie a sua opinião.
O site antigo ainda pode ser acessado aqui.
Igor Carvalho e Glauco Faria – Para onde vai a economia? – março – 2015, 1p.
Menu
SHARE
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Igor Carvalho e Glauco Faria – Para onde vai a economia? – março – 2015, 1p.

Autor
Ladislau Dowbor
Tamanho
1 páginas
Originalmente publicado
Data

Para onde vai a economia?

março 27, 2015 17:05

Por Igor Carvalho e Glauco Faria

O discurso apocalíptico em relação à economia brasileira, propagado por parte da mídia e pelo mercado financeiro, foi um dos propulsores das manifestações que tomaram as ruas do país contra o governo da presidenta Dilma Rousseff. De acordo com pesquisa da Fundação Perseu Abramo, realizada na avenida Paulista durante os protestos do último dia 15 de março, 95% dos manifestantes acreditam que a inflação irá aumentar. O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) medido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) caiu 2,9% entre fevereiro e março, atingindo 82,9, seu menor nível histórico.

Entre economistas entrevistados por Fórum, há uma concordância de que o atual cenário é delicado, mas há pontos que podem ser explorados para um crescimento sem perda de empregos e de renda. “Minha tese é que o primeiro movimento imediato deve ser a Selic, o resto vai se encaixando. Ao reduzir a Selic, que é uma decisão da Presidência, não depende do Congresso, a conta de juros que o setor pública paga, que bateu em 6,1% do PIB, vai caindo rapidamente para o nível de 3% ou 4%, aí você faz uma revolução fiscal, mantendo um equilíbrio das contas públicas sem precisar de um superávit primário elevado”, afirma o economista Amir Khair, mestre em Finanças Públicas pela Fundação Getúlio Vargas, para quem o governo terá que buscar alternativas para escapar da pressão do Congresso sobre a economia.

Além de Khair, Fórum escutou, sobre o cenário econômico do país, o secretário nacional de Economia Solidária, Paul Singer; o professor-doutor do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro, João Sicsú; o professor de economia da PUC-SP, Ladislau Dowbor; além da professora da FEA-USP e ex-secretária de Planejamento do município de São Paulo, Leda Paulani.

Fonte: https://www.revistaforum.com.br/blog/2015/03/para-onde-vai-a-economia/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Receba recomendações de leitura no seu email.
Nós não compartilhamos o seu email com ninguém. Você receberá em média um email por mês.
Artigos Recebidos Em Destaque
Michael Spence, Joseph Stiglitz
– 18 de março, 2021
– 13p.
Delayed vaccination of people across the world increases possibilities of virus mutation, reducing the ability to control the pandemic even in rich countries that have bagged vaccines. “The advanced countries learned, even if briefly, that austerity is counterproductive.” All of this can be done quickly if political leaders in the developed world recognize that no one is safe until everyone is safe and that a healthy world economy is not possible without recovery in its poorer parts.
Artigos Recebidos
Ajit Singh
– 25 de março, 2021
– 4p.
Vinte anos após mentirem sobre o Iraque, mídias ocidentais “denunciam” suposta perseguição aos uigures na China. O que há por trás de relatórios “independentes” cujas fontes são a CIA e a extrema direita. Até onde pode chegar a escalada?
Assine a newsletter e faça parte da nossa comunidade.
Nós não compartilhamos o seu email com ninguém. Você receberá em média um email por mês.