Artigos por Ladislau Dowbor

Ladislau Dowbor – Além do coronavírus – 5p.

Não sou médico para comentar os aspectos epidemiológicos do vírus que nos assola. Mas algumas implicações sociais e políticas são óbvias. O primeiro ponto é que desde o golpe há uma fragilização generalizada das políticas sociais – e para efeitos de governança tudo começa já em 2013 com as manifestações, e com o boicote (“Dilma pode até ganhar, mas não irá governar”) e a inversão de prioridades em 2014 favorecendo o sistema financeiro. O teto de gastos, a perda de direitos trabalhistas, o retrocesso na Previdência, os ataques às organizações da sociedade civil, o congelamento do salário mínimo e do Bolsa Família e outras medidas tiveram como denominador comum o travamento da renda e do acesso aos bens de consumo coletivo pelo grosso da população, enquanto se expandia radicalmente o lucro dos bancos e dos grandes aplicadores financeiros.
Leia mais

L.Dowbor – Nothing compares to the Brazilian parasite – Time 24 News – 13.03.2020

L.Dowbor - Nothing compares to the Brazilian parasite - Time 24 News - 13.03.2020
First, the obvious thing: our problem is not a lack of money. With a GDP of 6.8 trillion reais and a population of 210 million, what we produce today represents 11 thousand reais per month per family of four. With what we produce today, even without seeking oppressive equality, only less obscene inequality, it is possible for everyone to live in a dignified and comfortable way. Our problem is not poverty, but mismanagement. Or, to say it in an updated way today, it is lack of governance, of making the whole work.
Leia mais

Ladislau Dowbor – Nada se compara ao parasita brasileiro – Outras Palavras – 2p. – fev.2020

A economia está parada. Há 50 milhões de desempregados e precários. A fome voltou e os sem-teto estiram-se nas calçadas. Duzentos homens engordam suas imensas fortunas, sem nada produzir. Coincidência? Como nos livraremos deles?
Leia mais

Ladislau Dowbor – Rumos da Educação – 23 min.

Continuamos a ver a educação essencialmente como aquisição de conhecimentos básicos na fase inicial da vida, com professor, lousa e sala de aula. Precisamos mudar essa visão. Vivemos numa era em que o conhecimento se tornou o principal fator de produção, e está na linha de frente das transformações econômicas, necessariamente articulado com as transformações tecnológicas e culturais do planeta. Não é mais uma "fase", mas uma dimensão cada vez mais presente nas nossas vidas. E a conectividade geral nos permite avançar para um sistema planetário de construção participativa e colaborativa do conhecimento. Proponho aqui uma reflexão sobre os novos horizontes. (23 minutos)
Leia mais

L. Dowbor – Para onde está indo o nosso dinheiro? – Jornal dos Economistas – Corecon RJ – n.366 – fev 2020, p.12-13

L. Dowbor - Para onde está indo o nosso dinheiro? - Jornal dos Economistas - Corecon RJ - n.366 - fev 2020, p.12-13
Neste mês, participo do especial "Impactos da redução da Selic", na revista do Corecon-RJ (Conselho Regional de Economia - Rio), com o artigo "Para onde está indo o nosso dinheiro?" (p.12-13) sobre como o sistema atual multiplica parasitas improdutivos. Que a nossa economia continue parada não é mistério, basta ver para onde vai o dinheiro...

Ladislau Dowbor – São Paulo: um desenvolvimento humano para o século XXI – 12.01.2020 – 13p.

Ladislau Dowbor - São Paulo: um desenvolvimento humano para o século XXI - 12.01.2020 - 13p.
O presente texto não é um programa ou lista de propostas. Antes constitui uma reflexão sobre o futuro da cidade frente às transformações profundas que vive nossa sociedade. No horizonte complexo que se desenha, com tantas tensões políticas, sociais, econômicas e ambientais, vale a pena tomar um pouco de recuo, buscando inclusive repensar as simplificações ideológicas que nos perseguem. O raciocínio econômico, em particular, é amplamente insuficiente para abarcar os desafios do desenvolvimento.
Leia mais

Vídeoconferência com Prêmio Nobel Joseph Stiglitz – 12.12.2019 – 14h – PUC-SP

Vídeoconferência com Prêmio Nobel Joseph Stiglitz - 12.12.2019 - 14h - PUC-SP
Está se criando um movimento importante de pensar e ensinar a economia de outra maneira. Nós temos que reorientar os rumos do planeta em termos ambientais, sociais, políticos. Nesta quinta, vocês poderão acompanhar pela TV PUC ou na própria PUC-SP, videoconferência com Joseph Stiglitz, que faz parte de todo um movimento lançado pelo Papa Francisco. Participa gente de primeira linha mundial.
Leia mais

L. Dowbor – Economia do Conhecimento – PulsarCom – podcast – 40min.

O acesso livre e praticamente gratuito ao conhecimento e à cultura que as novas tecnologias proporcionam pode ser decisivo para resolver as múltiplas crises que enfrentamos hoje de caráter social, ambiental, cultural, político e econômico. Na visão do economista Ladislau Dowbor, tentar travar o avanço deste processo, restringir o acesso ao conhecimento ou criminalizar os que dele fazem uso não faz o mínimo sentido. Faz sentido sim estudar novas regras do jogo capazes de assegurar um lugar ao sol aos diversos participantes desse processo que se aproxima à lógica natural que por ser descentralizada é mais resiliente e faz emergir uma inteligência coletiva.
Leia mais

Projeto Brasil Popular – Cadernos de debate 4 – Outubro de 2019 – 76p.

Projeto Brasil Popular - Cadernos de debate 4 - Outubro de 2019 - 76p.
O Projeto Brasil Popular elaborou uma série de textos para discussão, com análises e propostas para o nosso futuro. Numerosos pesquisadores participam. Neste volume são apresentados 4 estudos, elaborados pelos respectivos grupos de trabalho, sobre Ciência e Tecnologia, Financeirização, Juventude e Relações Internacionais. No grupo sobre financeirização participaram Amir Khair, Ione Amorim, Júlio Cesar Zorzenon Costa, Ladislau Dowbor e Laerte Fedrigo. (páginas 31 a 52)

Ladislau Dowbor – O desastre latino-americano – outubro, 2019 – 7p.

Ladislau Dowbor - O desastre latino-americano - outubro, 2019 - 7p.
É tempo de pararmos de apenas comentar os irresponsáveis no poder, e pensar de maneira mais ampla sobre o que está acontecendo nos países latino-americanos, verdadeiro subcontinente das desigualdades, onde as elites não aceitam reduzir seus privilégios, e as populações não aceitam mais a miséria e humilhação a que são submetidas.

Ladislau Dowbor – A economia desgovernada: novos paradigmas – 14 de outubro de 2019 – 19p.

Ladislau Dowbor - A economia desgovernada: novos paradigmas - 14 de outubro de 2019 - 19p.
Com a caótica globalização, a financeirização generalizada e tecnologias transformadoras, estamos todos à procura de novos caminhos. A destruição ambiental e a desigualdade explosiva demandam uma reorganização dos processos decisórios da sociedade. Aqui apontamentos sobre novos rumos.

Curso “O Capital Produtivo: o pão nosso de cada dia – Pedagogia da Economia II” com Ladislau Dowbor – Instituto Paulo Freire – 2019 (5 vídeos, 15 min cada)

No curso anterior, com os 15 videos correspondentes ao livro "A Era do Capital Improdutivo' vimos como o sistema econômico e social está mudando, e como se gerou a crise no Brasil. Agora, neste segundo curso, disponibilizamos 5 videos de 15 minutos, que complementam a série anterior, na medida em que abordam O Capital Produtivo, ou seja, a reorganização possível dos setores concretos da economia. O livro correspondente está online, com o título original “O Pão Nosso de Cada Dia", hoje esgotado nas livrarias, mas para o qual estamos preparando uma reedição.

Entrevista Dowbor – Eduardo Moreira – 46min

Na conversa de Ladislau Dowbor com Eduardo Moreira, o ambiente ficou mais de conversa, um ex-banqueiro entrevistando um crítico do que hoje fazem os bancos, e encontrando uma plataforma comum. Divirta-se (46 min.)

Entrevista Ladislau Dowbor – podcast do BR Cidades (programa 10) – Rádio Madalena – 50 min.

Entrevista Ladislau Dowbor -  podcast do BR Cidades (programa 10) - Rádio Madalena - 50 min.
Podcast com Rádio Madalena e Br-Cidades, 50 min. Entrevista em áudio de Ladislau Dowbor, sobre as transformações econômicas em curso, com particular atenção para os desafios dos municípios. Conversa com a arquiteta e urbanista Carina Serra (notícias da BR-Cidades). A visão é a que apresentamos no livro O Que é Poder Local e na pesquisa Política Nacional de Apoio ao Desenvolvimento Local, ambos disponíveis online.

Entrevista Dowbor – “Estamos destruindo a natureza para o proveito de uma minoria” – Agência Pública – Caio Costa, Thiago Domenici, José Cícero da Silva – set. 2019 – 6p.

Escolhido para a Entrevista do Mês dos Aliados da Pública, o economista Ladislau Dowbor alerta: na era do capitalismo improdutivo, caminhamos em ritmo acelerado para um desastre.

The Ten Commandments: update for elites – 2019 – 6p.

Tolerance for a world where 850 million go hungry, where some 6 million children die every year of ridiculous causes, and where the natural riches of the planet and even the climate are destroyed for the profit of irresponsible corporations, is growing thin. We imagined an updated version of the Ten Commandments, for the world has changed, and just telling us not to kill, nor to steal or covet our neighbours wife, is presently missing the essential, and in fact not widely respected. We have to come down to earth.

Os Dez Mandamentos: versão atualizada para elites – set. 2019 – 6p.

Uma das iniciativas importantes nesta era de crises políticas, econômicas e ambientais, é a convocação, pelo Papa, de uma reunião em Assisi, na Itália, nos dias 26 a 28 de março de 2020, para repensar o papel da economia no mundo. O nome adotado foi Economia de Francisco, honrando o santo, e apontando para uma visão mais generosa do mundo. Considerando o comportamento das elites governamentais e corporativas atuais, tivemos a ideia de propor uma versão atualizada dos Dez Mandamentos, talvez uma inspiração para os poderosos.
Leia mais

L.Dowbor – Whatever happened to Brazil? The age of dumb money and dumb politics – aug 2019 – 18p.

Under Lula and Dilma, during the 2003-2013 decade that the World Bank called “the Golden Decade of Brazil”, we had simultaneously economic growth, social inclusion, environment protection and job expansion. With no deficit and very low inflation, and all in spite of the turbulence of the 2008 crisis. Presently Dilma has been ousted, and Lula is in jail. No crime was ever proved against either. Starting in 2014, when the old oligarchies took over, the economy is stalled, unemployment has doubled, the Amazon is being cut down, child mortality is growing. They took power through an ill-disguised coup, and have been pushing recessive policies on all fronts, in the name of “sound and responsible economics”. And, of course, also in the name of God, family values, tradition and fatherland. In the present paper we draw up the main lines of how good politics went down the drain.

Entrevista Dowbor – Sabemos o que fazer para reduzir a corrupção: transparência – Valor Econômico/ Luanda – 29.07.2019 – p.4-5

Entrevista Dowbor - Sabemos o que fazer para reduzir a corrupção: transparência - Valor Econômico/ Luanda - 29.07.2019 - p.4-5
Economista, acadêmico, propõe, juntamente com outros reputados economistas internacionais, um novo modelo de sociedade que combata o neoliberalismo. Indica deficiências no cálculo do PIB e aponta o dedo ao sistema financeiro pelas dificuldades sentidas pelas famílias e empresas. Considera normais as parcerias com o FMI, em Angola, mas critica os termos em que exigem austeridade e privatizações e alerta para os riscos.

Jacek Zakowski (Org.) – Concilium Civitas – Almanac 2019 /2020 – Fundacja Collegium Civitas, Varsóvia 2019, 368 p.

Jacek Zakowski (Org.) - Concilium Civitas – Almanac 2019 /2020 – Fundacja Collegium Civitas, Varsóvia 2019, 368 p.
O evento Concilium Civitas 2019 reuniu eu Varsóvia, nos dias 9 e 10 de julho, professores e pesquisadores de algumas das principais universidades do mundo, para discutir de forma aberta os nossos desafios. O pano fundo é a situação política, econômica e cultural da Polônia, dominada desde 2015 por um regime populista religioso de direita, que se elegeu não por ter algo concreto a propor, e sim com um discurso messiânico em defesa da família, da pátria, da fé. Enfim, nada que nos seja hoje estranho.
Leia mais

L. Dowbor – Nasze wspólne ludzkie wyzwania – ponad kłótniami politycznymi – Concilium Civitas – 7p. 2019

Mamy silną skłonność do tonięcia w krótkoterminowych kłótniach na temat różnych absurdów promowanych przez nasze populistyczne rządy. I nie możemy winić Brytyjczyków, Amerykanów, Brazylijczyków czy Polaków, że nie wiedzą, jak głosować. Musimy znaleźć nowe rozwiązania. Inicjatywa zgromadzenia badaczy społecznych pochodzących z różnych krajów, i z różnymi podejśćiami, ale mających wspólne interesy, była w tym sensie bardzo produktywna. W moim artykule chodzi o zmianę strukturalną, a nie o jakiś ostatni błąd polityczny. To wymaga mniej dyskusji ideologicznych, a więcej realizmu i przyziemnego pragmatyzmu. Realia technologiczne i ekonomiczne przerosły nasze ramy instytucjonalne. Gospodarka globalna przerosła rozwiązania krajowe. PKB nie jest już znaczącym odniesieniem, a perspektywa ekonomiczna jest stanowczo niewystarczająca. Brazylia niewątpliwie bardzo różni się od Polski. Ale wszyscy mamy ten sam kłopot – głęboki kryzys cywilizacji.

L. Dowbor – Our Common Challenges – Concilium Civitas – 7p. – 2019

The Concilium Civitas international conference in Warsaw brought together eminent social scientists working at the world’s leading universities in economics, politics, history and others. The common concern is the deep deformation of political processes around the world, with right-wing populist regimes taking over in Poland, Brazil, US and other countries. My paper here is about Our Common Challenges. The world has changed. By this I mean a systemic transformation, not some cosmetic adjustments to the industrial capitalism we thought of as the definitive way of life. The complete book, Concilium Civitas 2019 Almanac is online in English, and both online and as paper-book in Polish. The papers are short and focused, a strong overview of our transformations.

Ladislau Dowbor – A grande riqueza e a grande pobreza são igualmente patológicas para a sociedade – Com Ciência – Dossiê 208 – Agenda 2030 da ONU – 07/06/2019

O combate à desigualdade é uma necessidade ética. Não é concebível que no século XXI tenhamos manifestações trágicas de miséria. O básico, numa sociedade civilizada, não pode faltar a ninguém – e muito menos às crianças que não têm nenhuma responsabilidade pelo caos em que são jogadas. Não é uma questão de esquerda e direita, e sim de elementar decência humana. Estamos destruindo o planeta em proveito de uma minoria inoperante enquanto os recursos necessários para assegurar tanto as políticas ambientais como as de redução das desigualdades são desviados para atividades de especulação financeira. Acabar com a pobreza, assegurar crescimento e empregos, e promover a industrialização sustentável pertencem a uma lógica comum e integrada: democratizar o acesso aos recursos. Temos sim de evoluir para um novo pacto global se quisermos que os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável realmente se materializem.
Leia mais



© 2020 Ladislau Dowbor. Criação WowBrazil | Tema original Feelsen por Sérgio Vilar