Estamos, nesta sequência de notas sobre "Os descaminhos do dinheiro", descrevendo os mecanismos. Na presente nota, apresentamos como funcionam as emendas parlamentares, que desviam recursos ao gerar dobradinhas com empreiteiras interessadas, e ao transformar boa parte da discussão do orçamento em pequenas negociatas. E como sempre nestes casos, na ausência de medidas de gestão e de transparência adequadas, se alguns fazem, os que não fazem são penalizados, ou simplesmente não reeleitos. As soluções são sistêmicas, e brados moralizantes que olham apenas para um lado não resolvem. (L. Dowbor)
Leia mais