Tubarão é muito perigoso, mata em média 10 pessoas por ano no mundo. Mais miúdo, o mosquito mata 2 milhões, campeão em matança. Mas o ser humano não fica muito atrás: nós matamos uns aos outros no ritmo médio de 475 mil por ano. E, por alguma razão, nós nos chamamos de homo sapiens. Alguma dúvida sobre a nossa natureza? Somos realmente muito inteligentes, o problema está em quê aplicamos a nossa inteligência. Aqui, em inglês, um excelente artigo do Guardian sobre o nosso grande inimigo, o mosquito. Conseguimos colocar o homem na lua, sem dúvida. Já enfrentar o mosquito é muito complexo.

Taking a broad range of estimates into account, since 2000, the average annual number of human deaths caused by the mosquito was around 2 million. Humans came in a distant second at 475,000, followed by snakes (50,000), dogs and sandflies (25,000 each), the tsetse fly, and the assassin or kissing bug (10,000 each). The fierce killers of lore and Hollywood celebrity were much further down our list. The crocodile was ranked 10th, with 1,000 annual deaths. Next on the list were hippos with 500, and elephants and lions with 100 fatalities each. The much-slandered shark and wolf shared 15th position, killing an average of 10 people per annum.

Leia a íntegra em: https://www.theguardian.com/environment/2019/sep/20/man-v-mosquito-biggest-killer-malaria-crispr