A água ja é chamada de ouro azul.  Tão preciosa, mas por parecer abundante, é desperdiçada, contaminada, gerando escassez. Neste mundo de 7 bilhões de habitantes, e 80 milhões a mais a cada ano, a racionalização do acesso, uso e descarte tornou-se essencial.  É mais uma área onde estamos chegando a limites críticos. Quanto mais contaminamos a água, mais ela se torna escassa, e mais a sua comercializacao dá lucro. O importante é que, em termos de gestão, ela nos obriga a aprender a colaborar, organizando de maneira equilibrada as diversas necessidades. (L Dowbor)