Lucrando com a dor – Relatório Oxfam 2022

Captura de Tela 2022 05 25 às 17.20.08

A dor de muitos é o lucro de poucos. Empresas dos setores de alimentos, de medicamentos, de energia e de tecnologia tiveram imensos lucros durante a pandemia de COVID-19, em boa parte às custas do sofrimento de quem tem dificuldades de pagar por uma refeição, uma conta de luz, um medicamento. Nosso relatório Lucrando com a […]

Como as corporações estão aumentando a inflação?

cartazes precos alimento bolsonaro robertoparizotti 3

Nos últimos anos, as estatais brasileiras sofreram uma série de privatizações, muitas vezes parcialmente, como é o caso da Petrobras. Agora a conta chegou: inflação generalizada dos custos, impulsionado pelo aumento irracional da energia, gás e gasolina, e o lucro bilionário de poucos acionistas – que são majoritariamente estrangeiros.

A sociedade desigual: racismo e branquitude na formação do Brasil

sociedade desigual 2

Há livros que marcam, e este seguramente é um deles. Um estudo em profundidade, bem organizado, com fontes sólidas, muito bem escrito, e tratando de um tema essencial para o Brasil: a dimensão racial das desigualdades. Leitura fundamental não só para entender o racismo, mas para entender o Brasil.

A time of diluted responsibility

Dirty Money on Netflix shows how so many scams are built by companies which are household names

How long will we economists, engineers, lawyers, architects, administrators and so many other professionals go along with the use of our technical expertise for stupid, if lucrative, aims? There is no necessary contradiction between a reasonable salary and a peaceful conscience. The system is rigged.

The emotional cost of inequality

Poverty there is plenty of economic data but the emotional cost of being stuck in the poverty

A vicious circle generating social polarization, violence and more corporate-dominated politics: the inequality issue goes much beyond poverty and lack of access to basic goods and services. It is also about the feeling of inequality, the humiliation and frustration of being left out of the main trend, of being deprived of opportunities.

A que custo? O capitalismo moderno e o futuro da saúde

aquecusto

Nicholas Freudenberg escreveu um livro marcante, porque trata da economia, das corporações, das atividades dos governos, do ponto de vista dos resultados que queremos obter: resgate ambiental, acesso generalizado às políticas sociais, educação, saúde, transporte, alimentação, enfim, as necessidades do nosso cotidiano. Texto simples e direto, e muito bem documentado, focando em particular os mecanismos […]

The corporate blind money-making

wsimag may

The world is presently aware of the catastrophic management of the global environment issues, the explosive inequality, the absurd growth of fortunes at the very top, the erosion of democracy. The corporate world, deeply involved in these disasters, is claiming it is changing the rules.

Dowbor na aula inaugural da UFS: “A geopolítica em crise”

Captura de Tela 2022 04 19 às 22.23.13

A geopolítica e geoeconomia mundial estão mudando em profundidade. Aqui uma série de gráficos e tabelas que apresentam as mudanças de longo prazo, as chamadas macrotendências (megatrends), que ajudam a entender os nossos desafios estruturais, em particular ambientais, sociais e econômicos.