Lucrando com a dor – Relatório Oxfam 2022
Menu
SHARE
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Lucrando com a dor – Relatório Oxfam 2022

Um documento da Oxfam, de excepcional utilidade, sobre a desigualdade, mas em particular mostrando como ela é originada no comportamento das grandes corporações da indústria alimentar, farmacêutica, de energia e das plataformas tecnológicas.
Autor
Oxfam
Tamanho
20 páginas
Originalmente publicado
Data
23 de maio, 2022

Um documento da Oxfam, de excepcional utilidade, sobre a desigualdade, mas em particular mostrando como ela é originada no comportamento das grandes corporações da indústria alimentar, farmacêutica, de energia e das plataformas tecnológicas.

Matéria prima para o mundo da educação, para os movimentos sociais. Dados básicos bem ordenados, ferramenta de trabalho para todos nós.

Clique no botão Download acima para o documento em português, ou acesse aqui o original em inglês: “Profiting from pain”

– Prof. Ladislau Dowbor

Captura de Tela 2022 05 25 às 17.04.43

A dor de muitos é o lucro de poucos.

Empresas dos setores de alimentos, de medicamentos, de energia e de tecnologia tiveram imensos lucros durante a pandemia de COVID-19, em boa parte às custas do sofrimento de quem tem dificuldades de pagar por uma refeição, uma conta de luz, um medicamento.

Nosso relatório Lucrando com a Dor, lançado por ocasião da segunda reunião do Fórum Econômico Mundial de 2022, realizada em maio, mostra como as desigualdades, que já eram extremas antes da pandemia, atingiram novos patamares históricos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Receba recomendações de leitura no seu email.
Nós não compartilhamos o seu email com ninguém. Você receberá em média um email por mês.
Artigos Recebidos
Boaventura de Sousa Santos
– 10 de março, 2022
– 1p.
Com tanta narrativa absurda sobre a crise da Ucrânia, essa análise do Boaventura, profunda e realista, ajuda muito. Não se trata de para que lado torcer, e sim de entender a dinâmica geopolítica, que nos interessa a todos.
Assine a newsletter e faça parte da nossa comunidade.
Nós não compartilhamos o seu email com ninguém. Você receberá em média um email por mês.