👏  Seja bem-vindo(a) ao nosso novo site! O site antigo ainda pode ser acessado aqui. Leia sobre o novo design do site e envie a sua opinião.
O site antigo ainda pode ser acessado aqui.
A lista de bilionários da Forbes e a destruição do Brasil
Menu
SHARE
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

A lista de bilionários da Forbes e a destruição do Brasil

Enquanto a economia continua paralisada já no sexto ano, as fortunas dos bilionários explodem. Não há como não ver como uma coisa causa a outra. Em vídeo de 23 minutos, Eduardo Moreira mostra como o sistema funciona.
Autor
Eduardo Moreira
Duração
23 minutos
publicado EM
Data
25 de outubro, 2019

Endeusados por muitos, eles são na verdade os grandes vilões do nosso país. Destroem vidas e famílias, e roubam o futuro da maior parte do povo brasileiro.

– Prof. Ladislau Dowbor

 

3 respostas

  1. O conflito entre salários e lucros fica mais claro com o trabalho do Luis Fernando Azevedo Lopes na coletânea “A Instituição de Poupança Pública”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Receba recomendações de leitura no seu email.
Nós não compartilhamos o seu email com ninguém. Você receberá em média um email por mês.
Pílulas Informativas
Guilherme Zocchio, João Peres e Victor Matioli
– 12 de setembro, 2020
– 2p.
O preço do arroz subiu em média 20%, o feijão preto 30%, num país que tem 160 milhões de hectares de solo agrícola subutilizado (5 vezes a Itália), e gente batalhando por terra. Não é um surto inflacionário geral, e sim balbúrdia política: desde o golpe, reduziram os estoques reguladores, liquidaram a política de garantia de preços ao produtor, aumentaram as exportações em detrimento do mercado interno. É reflexo da fragilização do apoio à agricultura familiar (PRONAF), do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), da ausência de política agrícola que não seja a grande exportação. A balbúrdia atinge o prato de comida.
Assine a newsletter e faça parte da nossa comunidade.
Nós não compartilhamos o seu email com ninguém. Você receberá em média um email por mês.