👏  Seja bem-vindo(a) ao nosso novo site! O site antigo ainda pode ser acessado aqui. Leia sobre o novo design do site e envie a sua opinião.
O site antigo ainda pode ser acessado aqui.
Governança local para sustentabilidade: um estudo comparado entre grandes cidades europeias
Menu
SHARE
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Governança local para sustentabilidade: um estudo comparado entre grandes cidades europeias

As cidades têm um papel fundamental para o desenvolvimento planetário. É nas cidades que são geradas uma parcela significativa das problemáticas deste século, mas ao mesmo tempo são elas que podem ser as protagonistas de um processo de transformação global.
Autor
Diego de Melo Conti
Tamanho
236 páginas
Originalmente publicado
Data
29 de março, 2017

Tese de doutorado em administração defendida na Pós Graduação em Administração da PUC-SP, em 29 de março de 2017. Banca composta por Arnoldo de Hoyos Guevara (orientador), Alessandro Rossini, Carlos Ghobril, Ladislau Dowbor e Maria Cristina Sanches Amorim.

O autor realizou uma pesquisa de campo de grande riqueza sobre os processos colaborativos de governança em cinco cidades grandes da Europa, Copenhague, Amsterdã, Londres, Hamburgo e Barcelona. Francamente pesquisar cidades europeias e ver como se administram bem constitui uma pesquisa que eu gostaria de empreender, em particular na primavera. Brincadeira à parte, Diego fez um trabalho extremamente sério: “O objetivo geral desta tese é a proposição de um modelo conceitual para a governança colaborativa, visando o desenvolvimento de cidades sustentáveis.”(p.27)  No trabalho, a pesquisa de campo, pesquisa teórica e entrevistas formam um conjunto equilibrado. Uma belíssima leitura.

Sabemos que o mundo está se urbanizando muito rapidamente. Isto leva a que as cidades se tornem o eixo central da política, o local onde os diversos equilíbrios indispensáveis ao desenvolvimento sustentável se materializam. Por mais que se fale em globalização, o fato é que o essencial do nosso cotidiano, como a qualidade ambiental e cultural da cidade em que vivemos, o devido acesso a uma boa educação e serviços de saúde, a própria segurança e qualidade de vida em geral, passam a depender muito mais das formas de gestão descentralizada e colaborativa nos meios urbanos.

A política de escala nacional se vê profundamente corroída pela globalização, causando uma fragilização da política tradicional e da governança em geral. E no plano global, temos apenas grandes corporações, que operam praticamente sem nenhuma regulação, causando o caos financeiro, social e ambiental. Com isto as políticas e atividades econômicas de proximidade, em cada cidade, adquirem uma importância renovada. Ao analisar como cidades modernas europeias conseguem melhorar radicalmente a qualidade de vida das populações por meio de sistemas colaborativos de governança local, Diego aponta caminhos que podem ser muito importantes para nós. A bibliografia constitui também uma excelente ferramenta para esta visão de uma política que se reconstrói pela base, de baixo para cima. E funciona.

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Receba recomendações de leitura no seu email.
Nós não compartilhamos o seu email com ninguém. Você receberá em média um email por mês.
Pesquisas Conexas
Arnaldo Nogueira, Ricardo Favoreto
– 3 de junho, 2019
– 6p.
O livro denuncia desacertos e também apresenta propostas. Aponta como indispensável a recuperação da produtividade da economia, que, a permanecer como está, tende a nos manter encurralados, sob o jugo do sistema financeiro.
Pesquisas Conexas
Pedro Saad (orientador: Ladislau Dowbor)
– 11 de setembro, 2018
– 124p.
O engajamento de empresas e investidores em ações sustentáveis em prol dos ODS é necessário e urgente. Temos Plena consciência de que enfrentar os problemas econômicos, sociais e ambientais que estão ligados à extrema pobreza e à desigualdade representam um enorme desafio e requerem massivos investimentos.
Assine a newsletter e faça parte da nossa comunidade.
Nós não compartilhamos o seu email com ninguém. Você receberá em média um email por mês.