Ladislau Dowbor e Marcelo Mosaner (Orgs) – A crise brasileira: coletânea de contribuições de professores da PUC/SP – São Paulo, Ed. Contracorrente, 2016 – ISBN 978-85-69220-15-2

unnamed

A crise em que o Brasil foi lançado a partir de 2013/2014 levou a grandes gritarias ideológicas, mas pouca análise, e muito menos ciência. Os professores de economia da PUC-SP decidiram trazer dados básicos e uma visão analítica, para ajudar as pessoas a entender o drama. Qual a lógica que preside ao fato que o PIB do país caiu 3,8% mas o Banco Itaú viu os seus lucros crescer em 30,2%? Como se pode associar a crise às políticas redistributivas, quando o Bolsa Família representa apenas meio por cento do PIB, enquanto transferências para bancos e outros setores financeiros com a absurdamente elevada taxa Selic atinge 8,5% do PIB, quase um terço do orçamento? Este livro é uma crônica de uma história mal contada, com várias interpretações, mas com o objetivo comum de sair da política absurda que se instalou. Contribuíram para a coletânea os professores Antonio Carlos dos Santos, Antonio Carlos de Moraes, Antonio Corrêa de Lacerda, Anita Kon, Áquilas Mendes, Cristina Helena Pinto de Mello, Elizabeth Borelli, Fábio Konder Comparado, Luiz Niemeyer, Norma Cristina Brasil Casseb, Patrick Rodrigues Andrade, Rosa Maria Marques e Rubens Sawaya. O texto do Ladislau Dowbor é baseado na pesquisa disponível em http://dowbor.org/2016/08/ladislau-dowbor-resgatando-o-potencial-financeiro-do-pais-versao-atualizada-em-04082016-agosto-2016-47p.html/