Hilary Wainwright – The tragedy of the private: the potential of the public – (a tragédia do privado e o potencial do público) – agosto – 2014, 4p.
Menu
SHARE
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Hilary Wainwright – The tragedy of the private: the potential of the public – (a tragédia do privado e o potencial do público) – agosto – 2014, 4p.

Autor
Ladislau Dowbor
Tamanho
4 páginas
Editora
Ano

Publicado também em Outras Palavras

Resenha de Dowbor publicada por Outras Palavras, 4 p., Bens Comuns: da privatização à democracia real (Novos Arranjos Institucionais). 

https://outraspalavras.net/brasil/bens-comuns-da-privatizacao-a-democracia-real/

[gview file=”https://dowbor.org/wp-content/uploads/2014/08/14-TRAGEDY-of-the-private-finalo.doc” height=”400px” width=”98%”]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Receba recomendações de leitura no seu email.
Nós não compartilhamos o seu email com ninguém. Você receberá em média um email por mês.
Resenhas
Renato do Carmo, Isabel Roque, Jorge Caleiras, Rodrigo Vieira de Assis
– 12 de fevereiro, 2021
– 296p.
O livro é na realidade um relatório de pesquisa, sobre como as pessoas enfrentam as novas realidades do mundo do trabalho em Portugal, focando em particular o trabalho precário, o desemprego, a perda de rumos. Como pesquisa, em termos metodológicos, é inovador, porque detalha 53 casos concretos, e analisa os seus percursos, desde a origem social, a escolaridade, os seus diversos sucessos e insucessos no trabalho, e inclusive o impacto da pandemia.
Resenhas
Frédéric Pierucci e Matthieu Aron
– 26 de novembro, 2021
– 334p.
Excelente livro para entender como se dá a guerra econômica entre grandes corporações, e como os Estados Unidos pressionam países e grupos econômicos estrangeiros. Este universo não é acessível a pesquisadores. Mas quando um alto executivo de um gigante como a Alstom francesa, é preso e humilhado, e solta o verbo, a riqueza de informações é impressionante, porque vem de dentro. É um livro que se lê como romance policial, só que não é ficção. Uma janela para o mundo real.
Assine a newsletter e faça parte da nossa comunidade.
Nós não compartilhamos o seu email com ninguém. Você receberá em média um email por mês.