Artigo publicado em:

L.Dowbor – Inovação Social e Sustentabilidade (p. 109-125). Urbe – Revista Brasileira de Gestão Urbana, Curitiba Urbe (v.1.n.1, jan/jun. 2009). ISSN 2175-3369

O artigo foca os nossos principais desafios, que são a desigualdade e a destruição ambiental, apresentando as conclusões dos principais relatórios internacionais. Particular ênfase é dada à mudança climática e à concentração da riqueza familiar acumulada, bem como à sinergia entre os problemas sociais e ambientais. Em seguida, trabalha o conceito de sociedade do desperdício, centrando a análise na subutilização da força de trabalho, nas elevadas tarifas e taxas de juros praticadas no mercado brasileiro, na fragilidade das políticas de difusão tecnológica e nas perdas geradas por desacertos na gestão de políticas sociais. Finalmente, o artigo aborda as alternativas que se apresentam: a necessidade de se elaborar novos indicadores de riqueza; as mudanças no conceito de gestão democrática do setor público; a indispensável democratização das grandes corporações, e o peso crescente da participação organizada da sociedade civil. No conjunto, trata-se de enfrentar de maneira organizada os desafios da redução da desigualdade e do resgate do meio ambiente.

Download: https://dowbor.org/wp-content/uploads/2014/05/14urbe-2658.pdf