👏  Seja bem-vindo(a) ao nosso novo site! O site antigo ainda pode ser acessado aqui. Leia sobre o novo design do site e envie a sua opinião.
O site antigo ainda pode ser acessado aqui.
Crise Financeira: Riscos e Oportunidades – maio – 2009
Menu
SHARE
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Crise Financeira: Riscos e Oportunidades – maio – 2009

Autor
Ladislau Dowbor
Tamanho
Originalmente publicado
Data

Organizamos no presente estudo, um conjunto de visões em torno de 10 desafios que nos pareceram emergir das discussões do Seminário Internacional sobre o Desenvolvimento organizado pelo CDES (Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social) da Presidência da República, em Brasília, no início de março de 2009. Os temas básicos são o desafio ambiental e o paradigma energéticoprodutivo, o drama da desigualdade, o papel do Estado, a reorientação do crédito, a participação da força de trabalho, a inclusão produtiva, a democratização do governo, o potencial do desenvolvimento local, a regulação financeira e, finalmente, a convergência das dinâmicas econômicas, sociais e ambientais. O leitor encontrará aqui temas que já tratamos em outros artigos, sistematizados. Ele está acessível também no site do CDES.

Autor:Ladislau Dowbor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Receba recomendações de leitura no seu email.
Nós não compartilhamos o seu email com ninguém. Você receberá em média um email por mês.
Artigos
Ladislau Dowbor
– 1 de dezembro, 2020
– 24p.
The Bolsa Familia program of money transfers to the roughly 50 million poor at the bottom of the pyramid is internationally known but its success was grounded in a much wider set of 149 programs constituting an integrated and inter-sector policy.
Artigos
Ladislau Dowbor
– 1 de outubro, 2020
– 2p.
A convergência das crises evidenciada com força pela pandemia está nos levando a repensar o próprio conceito de economia. Em vez de “leis” às quais deveríamos nos submeter, trata-se de pactos que devem servir ao bem-estar das populações e à sustentabilidade ambiental. São escolhas que dependem de nós, visando uma sociedade economicamente viável, mas também socialmente justa e ambientalmente sustentável. Temos de retomar o controle, depois de 4 décadas de austeridade, privatização e caos financeiro.
Assine a newsletter e faça parte da nossa comunidade.
Nós não compartilhamos o seu email com ninguém. Você receberá em média um email por mês.