👏  Seja bem-vindo(a) ao nosso novo site! O site antigo ainda pode ser acessado aqui. Leia sobre o novo design do site e envie a sua opinião.
O site antigo ainda pode ser acessado aqui.
Marcos Arruda – Lucrar sem Produzir – novembro – 2008
Menu
SHARE
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Marcos Arruda – Lucrar sem Produzir – novembro – 2008

Autor
Ladislau Dowbor
Tamanho
Originalmente publicado
Data

Neste texto, Marcos Arruda traz uma visão de conjunto do processo de gestação da crise, e as alternativas em termos de propostas de mudança sistêmica. Uma boa sistematização, apresentando um conjunto de autores que pesquisam o tema. Na realidade, ninguém podia prever a eclosão tão ampla da crise neste momento, mas a compreensão dos desequilíbrios estruturais já foi apresentada por numerosos autores. O texto de Marcos termina com a necessidade de se pensar os objetivos econômicos na linha da qualidade de vida da população (Felicidade Interna Bruta), indo além do tradicional PIB. Boa bibliografia. (L. Dowbor)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Receba recomendações de leitura no seu email.
Nós não compartilhamos o seu email com ninguém. Você receberá em média um email por mês.
Artigos
Ladislau Dowbor
– 22 de julho, 2021
– 5p.
Quem diria: nos próprios EUA, a ideia de que os Estados “só podem gastar o que arrecadam” – mito central da ditadura financeira – balança. Abre-se espaço para a mudança, começando por serviços públicos de excelência e Renda Básica.
Artigos
Ladislau Dowbor
– 9 de julho, 2021
– 2p.
Atualmente, estamos enfrentando uma convergência de tendências críticas: destruição do meio ambiente, explosão da desigualdade, caos financeiro, a erosão da democracia e, claro, a pandemia. Mas olhar para trás, para as tendências históricas, nos dá uma ferramenta poderosa para uma melhor compreensão de nossos desafios. A economia é essencialmente sobre política.
Assine a newsletter e faça parte da nossa comunidade.
Nós não compartilhamos o seu email com ninguém. Você receberá em média um email por mês.