👏  Seja bem-vindo(a) ao nosso novo site! O site antigo ainda pode ser acessado aqui. Leia sobre o novo design do site e envie a sua opinião.
O site antigo ainda pode ser acessado aqui.
Democracia participativa: uma alternativa para novos desenhos institucionais – a experiência na área orçamentária
Menu
SHARE
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Democracia participativa: uma alternativa para novos desenhos institucionais – a experiência na área orçamentária

Autor
Ladislau Dowbor
Tamanho
Originalmente publicado
Data

Dissertação de mestrado em Administração, sob orientação de Luciano Junqueira, PUC-SP, Maio de 2007; participam da banca Maria Victória Benevides e Ladislau Dowbor

Pós-graduação em administração da PUC-SP, tel. 11-3670.8513 ou com o autor jose.alfredo@estadao.com.br

O trabalho de José Alfredo Bosi trata de um problema central para o funcionamento da sociedade moderna: a democracia representativa não é suficiente. De certa maneira, temos de evoluir da democracia a cada quatro anos para um processo permanente de gestão democrática. O foco do trabalho é a avaliação da contribuição do orçamento participativo, com uma análise interessante dos seus altos e baixos. Ao “situar” estas experiências, no entanto, José Alfredo apresenta de maneira simples e muito bem organizada os principais argumentos relacionados com o potencial da democracia participativa.

Ao centrar a análise no nível do município, o autor é levado a detalhar as formas práticas da participação organizada da comunidade. Nos dizeres de Maria Victória Benevides, trata-se de “um assunto absolutamente vital”. Na realidade, hoje constatamos que só há democracia quando há prestação de contas. Isto por sua vez implica uma sociedade informada, direitos de acesso aos processos decisórios, sistemas descentralizados de comunicação e assim por diante. O orçamento participativo neste sentido transfere efetivamente um segmento de poder, tem impacto formativo sobre os participantes, mas também é insuficiente na medida em que se constata que um prefeito que se opõe à participação simplesmente consegue travá-la. O estudo de José Alfaredo é excepcionalmente bem escrito, e ajuda muito na compreensão tão importante dos mecanismos práticos de uma democracia que funcione. Nesta era em que estamos implodindo em termos de dramas ambientais e de desigualdade social, este tipo de estudo ajuda muito. Boa leitura.

Dissertação disponível no Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração da PUC-SP (tel. 11-3670.8513), na biblioteca da PUC e com o autor.
Autor: José Alfredo Bosi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Receba recomendações de leitura no seu email.
Nós não compartilhamos o seu email com ninguém. Você receberá em média um email por mês.
Pesquisas Conexas
Arnaldo Nogueira, Ricardo Favoreto
– 3 de junho, 2019
– 6p.
O livro denuncia desacertos e também apresenta propostas. Aponta como indispensável a recuperação da produtividade da economia, que, a permanecer como está, tende a nos manter encurralados, sob o jugo do sistema financeiro.
Pesquisas Conexas
Pedro Saad (orientador: Ladislau Dowbor)
– 11 de setembro, 2018
– 124p.
O engajamento de empresas e investidores em ações sustentáveis em prol dos ODS é necessário e urgente. Temos Plena consciência de que enfrentar os problemas econômicos, sociais e ambientais que estão ligados à extrema pobreza e à desigualdade representam um enorme desafio e requerem massivos investimentos.
Assine a newsletter e faça parte da nossa comunidade.
Nós não compartilhamos o seu email com ninguém. Você receberá em média um email por mês.