Pílulas Informativas

Ladislau Dowbor – Davos: Nada de novo no Ocidente – fevereiro – 2014, 1p.

Com problemas em escala global e governança fragmentada entre 192 Estados que brigam por vantagens pontuais, temos hoje um desajuste estrutural entre a dimensão dos desafios e os instrumentos de decisão.
Leia mais

As 10 empresas que mais doaram em 2014 ajudam a eleger 70% da Câmara – nov – 2014, 2p.

O artigo sobre o financiamento corporativo das eleições mostra que 10 empresas financiaram 70% dos candidatos eleitos. São empresas como JBS (bancada ruralista), empresas de construção (bancada do concreto), os bancos Itaú e Bradesco (bancada financeira), a Vale do Rio Doce (bancada do minério) e poucas mais. A deformação do processo eleitoral, herança da lei de 1997 que autoriza o financiamento corporativo das campanhas, é brutal. As mesmas empresas controlam a mídia por serem as principais financiadoras da publicidade. Todo o poder emana do povo, reza a nossa constituição. (L. Dowbor)
Leia mais

Dados comparativos do Brasil que mudou – outubro – 2014, 5p.

Frente ao manancial de dados contraditórios que surgem sobre o que seria um Brasil em crise, e demagogias a parte, a partir de dados organizados por diversos economistas, chegamos ao resumo de como evoluiu a economia, o social etc. Dados básicos, no conjunto muito confiáveis, comparando essencialmente 2002 e 2013.( L. Dowbor)
Leia mais

Bresser Pereira – Discurso pela reeleição de Dilma Rousseff – outubro – 2014, 2p.

Bresser Pereira, economista e professor da FGV de SP, um dos fundadores do PSDB, ex-ministro do governo de Fernando Henrique, tem imensas credenciais para trazer bom senso para a campanha eleitoral deste ano, com sólidos argumentos. Leu a presente declaração na grande reunião de cientistas, acadêmicos, artistas, juristas e outras personalidades, no histórico TUCA da PUC de São Paulo, no dia 20 de outubro. Aqui não há ódio nem invenções, e sim a defesa dos avanços conquistados e das transformações necessárias. Para quem tem dúvidas ou inseguranças, é uma confirmação sólida do melhor caminho para o país. (L.Dowbor).
Leia mais

Earth has lost half of its wildlife in the past 40 years, says WWF – setembro – 2014, 3p.

Uma catástrofe em andamento: metade da vida selvagem destruída em 40 anos. O estudo da WWF apresenta uma situação dramática. (L. Dowbor)
Leia mais

Technology Roadmap: Solar Photovoltaic Energy – 2014 edition – set, 2p.

A Agência Internacional de Energia considera que a energia solar deverá atingir 16% do total da eletricidade em 2050, e mais 11% da geração térmica solar. O Prognóstico parte da dinâmica da China e dos EUA em particular, mas sobretudo do fato que custo das placas das células fotovoltáicas esta caindo muito rapidamente, em seis anos foi dividido por 3.( L. Dowbor)
Leia mais

Movimento mundial por uma ciência econômica que faça sentido – agosto – 2014, 4p.

Caros, está engrossando o mundo dos que contestam as deformações da ciência econômica como está sendo ensinada. Há espaço para economia inteligente, busca de respostas aos problemas reais da sociedade, numa visão equilibrada e sustentável. Vale a pena acompanhar esta newsletter (L.Dowbor)
Leia mais

Mundo tem 2,2 bilhões de pessoas pobres ou quase pobres, adverte Relatório do PNUD – julho – 2014, 1p.

Relatório IDH da ONU: "Proporcionar benefícios básicos de seguridade social para os pobres do planeta custaria menos de 2% do PIB mundial" (L. Dowbor)
Leia mais

Brasil sobe uma posição no ranking do IDH e fica em 79º entre 187 países – julho – 2014, 1p.

Brasil sobe uma posição no ranking do IDH e fica em 79º entre 187 países De 1980 a 2013, o IDH do Brasil foi o que mais cresceu entre os países da América Latina e do Caribe, com alta acumulada de 36,4%, um crescimento médio anual de 0,95% no período.… Leia mais

Grandes bancos processados por fraudes generalizadas: BNP Paribas, Barclays e tantos outros – julho – 2014, 1p.

O BNP Paribas, um dos grandes bancos mundiais, condenado a pagar multa de 9 bilhões de dólares, por operações ilegais, em particular com petróleo do Sudão. Veja no artigo outras ilegalidades do sistema bancário, como HSBC e outros grandes grupos, inclusive por lavagem de dinheiro de drogas. As ilegalidades atingem somas gigantescas, e envolvem diretamente clientes, como no caso da manipulação da Libor. Os bancos em geral reconhecem a culpa, como neste caso do BNP, mas as ilegalidades geram lucros maiores e continuam. São recursos que podiam servir ao fomento econômico, social e ambiental, em de gerar uma zona cada vez maior de atividades ilegais. Em termos políticos, a finança internacional navega no desconhecimento geral dos mecanismos financeiros por não especialistas, e na capacidade de pressionar políticos por toda parte. (L. Dowbor)
Leia mais

Fraudes dos bancos internacionais: Barclays – julho – 2014, 1p.

As pessoas em geral não tem ideia do grau de corrupção corporativa que se apoderou da cultura dominante no mundo da intermediação financeira. Agora o Barclays britânico, um dos grandes, é formalmente acuado de constituir "um modelo sistemático de fraude e falsidade" ("a systematic pattern of fraud and deceit") pela justiça de Nova York. Vejam a nota do Guardian a respeito. (L. Dowbor)
Leia mais

A China avança com a disponibilização online da sua produção científica – junho – 2014, 1p.

A China avança com a disponibilização online da sua produção científica. O país já segue o "CORE", China Open Resources for Education. Veja aqui novos avanços na construção de uma ambiente colaborativo de pesquisa. (L. Dowbor)
Leia mais

Patrimônio dos 15 mais ricos supera renda de 14 milhões do Bolsa Família – Maio – 2014, 3p.

A desigualdade continua crescendo no mundo e está atingindo limites insustentáveis. É a razão do imenso sucesso do livro do Piketty, O Capital no Século XXI. Foi tema central da reunião de Davos (!), do relatório da OXFAM (Working for the Few). A dimensão brasileira aparece neste relatório da Forbes, com os principais bilionários brasileiros. Veja-se que se trata essencialmente de bancos (concessão pública, com carta patente, para trabalhar com dinheiro do público); de meios de comunicação (concessão pública de banda de espectro eletromagnético para prestar serviço de comunicação à população); de construtoras (as grandes, que trabalham com contratos públicos, nas condições que conhecemos); e de exploração de recursos naturais (solo, água, minérios) que são do país e que não precisaram produzir: o Imposto Territorial Rural, por exemplo, praticamente não existe no Brasil. É o divórcio crescente entre quem enriquece e quem contribui para o país. Piketty é claro: "A experiência histórica indica ademais que desigualdades de fortuna tão desmesuradas não têm grande coisa a ver com o espírito empreendedor, e não têm nenhuma utilidade para o crescimento" (Le Capital au XXIº siècle, 944) (L. Dowbor)
Leia mais

Dia internacional da mulher – 2014

  Ninguém gosta de se achar pouco ético. E nossas defesas são fortes. Não posso deixar de citar aqui o texto genial de John Stuart Mill, de 1861, escrevendo sobre a sujeição das mulheres na Grâ Bretanha da época, quando eram reduzidas a palhacinhas decorativas e proibidas de qualquer participação… Leia mais

Calendário de eventos do NEF – 2014

Vejam a programação do NEF, Núcleo de Estudos do Futuro, da PUC-SP. Todos os eventos serão realizados no prédio novo da PUC-SP. Inscrições gratuitas pelo email nef@nef.org.br (L.Dowbor)
Leia mais



Parceiros

© 2017 Ladislau Dowbor. Criação WowBrazil | Tema original Feelsen por Sérgio Vilar