Artigos por Ladislau Dowbor

Dowbor – Resgatando o planejamento: Infraestruturas – METAXY / Revista do Programa de Pós-graduação em Políticas Públicas em Direitos Humanos do NEPP-DH/UFRJ – v.1, n.1, 2017 – ISSN 2526-5229 -p. 28-43

Dowbor - Resgatando o planejamento: Infraestruturas - METAXY / Revista do Programa de Pós-graduação em Políticas Públicas em Direitos Humanos do NEPP-DH/UFRJ - v.1, n.1, 2017 - ISSN 2526-5229 -p. 28-43
O artigo faz parte de uma série de estudos metodológicos sobre formas inovadoras e articuladas de gestão econômica e social. Além das simplificações sobre privatização e estatização, despontam composições mais complexas que envolvem tanto Estado como mercado, mas também acordos interempresariais, parcerias de diversos tipos, e sistemas de gestão pública participativa e descentralizada. Aqui olhamos como esta visão pode ser aplicada no resgate de uma maior racionalidade na organização das infraestruturas econômicas no Brasil.
Leia mais

Paweł Kozłowski – “Wygrywa zawsze ten sam” – Polityka i Społeczenstwo Bardzo ciekawa recenzja książki “Co to za gra”. Dzięki, L. Dowbor

Paweł Kozłowski -  "Wygrywa zawsze ten sam" -   Polityka i Społeczenstwo  Bardzo ciekawa recenzja książki "Co to za gra". Dzięki, L. Dowbor

Leia mais

Entrevista Dowbor – Paradoxo na economia: “a gente sabe o que funciona e estamos fazendo exatamente o contrário” – Marco Weissheimer/Portal Sul 21 – 20.11.2017 – 3p.

Entrevista Dowbor - Paradoxo na economia: “a gente sabe o que funciona e estamos fazendo exatamente o contrário” - Marco Weissheimer/Portal Sul 21 - 20.11.2017 - 3p.
"Um bilionário que aplica seu dinheiro a 5% ao ano ganhará 137 mil dólares por dia. Ele não consegue gastar tudo e esse dinheiro é reaplicado, fazendo com que, a cada dia, o juro sobre o estoque de recursos aumente. Temos aí uma expansão que, em termos financeiros, se chama efeito bola de neve. Esse efeito faz com que grandes fortunas passem a ter muito mais dinheiro do que conseguem gastar sem precisar desenvolver nenhuma atividade de produção concreta de bens e serviços. Ou seja, ele não está sendo útil para a sociedade", explica Dowbor em entrevista concedida ao jornalista Marco Weissheimer do portal Sul 21.
Leia mais

Ivo Lesbaupin e Evanildo da Silva (orgs.) – Para além do desenvolvimento – Abong/Iser, São Paulo, 2017, 165p. – ISBN 978-85-88502-14-7

Ainda há pouco tempo se proclamava o fim da história e que "não havia alternativas". Teríamos inventado o sistema funcional definitivo. Da crise de 2008 para cá, ampliam-se os desastres sociais, ambientais, econômicos e políticos. Buscar alternativas é essencial. O presente trabalho reúne várias visões, de uma dezena de pesquisadores, sobre os novos caminhos. Envolve desde os novos conceitos de desenvolvimento até as mudanças de paradigmas na gestão da energia e da água, ou ainda as novas experiências de governança das cidades. No conjunto um livro muito atual e com boas bibliografias, um excelente instrumento de trabalho.  Confira a íntegra dos capítulos de Dowbor.
Leia mais

Dowbor: Construção interativa de conhecimento em rede – In: Luciano Junqueira e Roberto Padula (orgs.) – Aprendizagem no ensino superior no século XXI – Tiki Books – São Paulo 2017, 350p. – ISBN 978-8513-6

Os desafios do ensino superior se deslocam profundamente, tanto pela centralidade do conhecimento no conjunto das atividades humanas, como pelas transformações tecnológicas que desmaterializaram o conhecimento e o tornam universalmente acessível, no quadro de uma conectividade generalizada. Aqui 16 artigos analisam esses desafios. Acesse aqui a íntegra do capítulo de Ladislau Dowbor "Construção interativa do conhecimento em rede"
Leia mais

Ladislau Dowbor – A era do capital improdutivo – Autonomia Literária, Outras Palavras, São Paulo 2017, 312p. – ISBN 978-85-69536-11-6

"A Era do Capital Improdutivo" resume um conjunto de pesquisas sobre o processo de financeirização no planeta e no Brasil. Os bancos e outras instituições de intermediação financeira, que já estiveram a serviço do sistema produtivo, passaram hoje a dominá-lo, extraindo por meio de juros e tarifas volumes de recursos incomparavelmente maiores do que a sua contribuição. Geramos uma sociedade dominada por rentistas improdutivos. O livro explicita em termos claros como funciona o sistema de drenagem dos recursos produtivos que gerou e aprofunda a crise. Não exige nenhum conhecimento particular de economia ou de finanças. Trata-se do nosso bolso, e isso qualquer cidadão entende. Aqui disponibilizamos o texto na íntegra. Para uso com alunos ou com grupos de pesquisa o acesso online facilita muito o trabalho. O texto online também facilita o acesso aos links com as fontes originais das pesquisas. O uso do livro impresso e o acesso online são formas essencialmente complementares. O livro está nas livrarias, e pode ser adquirido também diretamente com os editores.
Leia mais

Dowbor – A violência econômica: o poder dos juros e das corporações financeiras – ComCiência, SBPC, Labjor-Unicamp – Artigo-dossier nº 192, 9 de outubro de 2017, 4p

Dowbor - A violência econômica: o poder dos juros e das corporações financeiras - ComCiência, SBPC, Labjor-Unicamp - Artigo-dossier nº 192, 9 de outubro de 2017, 4p
É estranho constatar que em todo o ciclo escolar, inclusive nas universidades, a não ser na área especializada em economia financeira, ninguém nunca teve uma aula sobre como funciona o dinheiro, principal força estruturante da nossa sociedade. A população se endivida muito para comprar pouco no volume final. A prestação ‘cabe no bolso’ (mas pesa no bolso durante muito tempo). O efeito demanda é travado. Quando 61 milhões de adultos no Brasil estão com o nome sujo no sistema de crédito, é o sistema que está deformado.
Leia mais

Entrevista Dowbor – Nesse cassino, só joga quem tem ficha – jornal Extra Classe /SINPRO/RS (Sindicato dos Professores do RGS) – jornalista Marcelo Mena Barreto – out. 2017, 4 p.

Entrevista Dowbor - Nesse cassino, só joga quem tem ficha - jornal Extra Classe /SINPRO/RS (Sindicato dos Professores do RGS) – jornalista Marcelo Mena Barreto - out. 2017, 4 p.
Quando Martin Wolf, comentarista-chefe de Economia do jornal britânico Financial Times que participa do Fórum de Davos desde 1999, escreve que o sistema financeiro atual perdeu a sua legitimidade, é mais do que uma grande propaganda para o novo livro de Ladislau Dowbor, A era do capital improdutivo (Outras Palavras & Autonomia Literária, 316p.). De certa forma é um facho de esperança sob um panorama tão sombrio que o economista e professor titular de pós-graduação da PUC São Paulo traça magistralmente em sua obra. Nesta entrevista ao Extra Classe, Dowbor mostra o quanto a acumulação de recursos através de um sistema financeiro que não produz nada e vive tão somente de papéis e juros sobre juros é maléfico, transformando-se em um grande poder do qual a sociedade como um todo se torna refém. O fato ainda de A era do capital improdutivo ter praticamente se esgotado em um mês, fazendo com que o editor providencie a segunda edição também é revelador. Sinal, como diz o professor, que ‘Deus e o mundo estão se dando conta de que esse sistema é improdutivo’, pois além de aniquilar a capacidade de produção e de pesquisas úteis para a sociedade, mantém a desigualdade e promove o desastre ambiental.
Leia mais

Entrevista Dowbor a Heródoto Barbeiro – Record News – setembro 2017 – 14 min.

"Reduzir a inflação quebrando a economia não é sinal de recuperação econômica", afirma Dowbor durante entrevista veiculada concedida ao jornalista Heródoto Barbeiro da Record News e veiculada em 9 de setembro de 2017.
Leia mais

Świat, którym nikt nie rządzi – Newsweek (edição polonesa) – Jacek Pawlicki – 28.08.2017, 4p.

Świat, którym nikt nie rządzi - Newsweek (edição polonesa) - Jacek Pawlicki - 28.08.2017, 4p.
Dziś problemem Brazylii i szerzej, całego świata, jest to, że o wiele bardziej opłaca się inwestować w różnego rodzaju instrumenty finansowe niż w produkcję czy rozwój – mówi brazylijski ekonomista Ladislau Dowbor
Leia mais

Entrevista Ladislau Dowbor – ‘Estamos frente a um sistema de agiotagem que paralisou o país’ – Glauco Faria – RBA – 21.08.2017

Por Glauco Faria da RBA. O economista Ladislau Dowbor, que está lançando o livro "A Era do Capital Improdutivo", fala sobre como os mecanismos financeiros capturaram o poder político em todo o mundo, inclusive no Brasil.
Leia mais

Entrevista Ladislau Dowbor – Jornal da Gazeta – 28 de julho – 2017 – 7min.

Ladislau Dowbor analisa crise econômica no país durante entrevista à jornalista Maria Lydia, no Jornal da Gazeta. "Não há como funcionar a economia se você não dinamizar a situação das famílias. Temos de retomar o inverso do que o governo está fazendo hoje".
Leia mais

Ladislau Dowbor – Onde foi parar o nosso dinheiro?  – Le Monde Diplomatique Brasil – maio de 2017 – 3p.

alpino_7Não há nenhuma razão técnica para esta catástrofe em câmara lenta. Produzimos o suficiente para todos, cerca de R$ 11 mil de bens e serviços por mês por família de quatro pessoas, número que vale tanto para o mundo como para o Brasil: estamos exatamente na média mundial. O problema? O capital financeiro drena o produtivo. Generaliza-se o capitalismo improdutivo no planeta. O rentismo não é só brasileiro. Voltamos ao século retrasado, em que as “famílias de bem” viviam de rendas.
Leia mais

Ladislau Dowbor – POLITYKA – Rządzą nami zera – 12 czerwca 2017

Ladislau Dowbor - POLITYKA - Rządzą nami zera - 12 czerwca 2017
Prof. Ladislau Dowbor o tym, jak korporacje stworzyły superorganizm i stały się potężniejsze od mocarstw, i dlaczego z taką hydrą tak trudno walczyć. Teoretycznie wszystkim rządzi rynek, a jeśli jakiś rynek zawodzi, to wkracza demokratyczna polityka i władza dokonuje korekty poprzez regulacje. W praktyce rynek prawie nie działa, a polityka i gospodarka są kontrolowane przez grupkę globalnych właścicieli.
Leia mais

Ladislau Dowbor – O escândalo dos juros – março 2017 – 2p.

O volume de recursos extraídos da economia por meio dos juros é absolutamente escandaloso, e não encontra paralelo no mundo. Aqui, em pouco mais de uma página, os dados básicos, qualquer um que já se endividou entenderá. A base são informações oficiais tais como publicadas pelo Banco Central, sobre “Operações de crédito do sistema financeiro”, e anexamos a própria nota do Banco para que possam ser checados, precaução necessária nesta era de ceticismos com números.
Leia mais



Parceiros

© 2019 Ladislau Dowbor. Criação WowBrazil | Tema original Feelsen por Sérgio Vilar