Artigos recebidos

The price of information – february – 2012, 3p.

Mais uma excelente avaliação – em inglês – do escândalo que representa as editoras científicas internacionais travarem o acesso à ciência que nem financiaram nem produziram. O movimento de indignação da comunidade científica está se reforçando. Tão importante como o artigo, é o fato de ser publicado pelo The Economist,… Leia mais

Editoras acadêmicas tornaram-se inimigas da ciência – janeiro – 2013, 6p.

O artigo de Mike Taylor, publicado no The Guardian britânico, mostra a ofensiva dos grandes intermediários contra a disponibilização de pesquisas científicas online, mesmo quando se trata de pesquisa paga com recursos públicos. Tudo em nome dos direitos autorais, quando o autor não só não é pago, como tem de… Leia mais

Bernardo Kliksberg -La pelea por las percepciones y los valores – enero – 2012, 13p.

En este número, Bernardo Kliksberg, pionero internacional en los estudios sobre los factores invisibles del desarrollo, como el capital social, los valores éticos y la cultura, indaga sobre la pelea silenciosa por los relatos de la realidad que se dan al interior de la cultura y sobre su rol en… Leia mais

S. Vitali, J. Glattfelder e S. Battistoni -The Network of Global Corporate Control – october – 2011, 36p.

Um estudo de grande importância, mostra pela primeira vez de forma tão abrangente como se estrutura o poder global das empresas transnacionais. Frente à crise mundial, este trabalho constitui uma grande ajuda, pois mostra a densidade das participações cruzadas entre as empresas, que permite que um núcleo muito pequeno (1318… Leia mais

Contribuições para a Conferência Rio+20 – documentos “Acordo para o desenvolvimento sustentável” (vários autores) – outubro – 2011, 15p.

O CDES (Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social) da Presidência abriu um conjunto de consultas sobre prioridades e potenciais que abre a Conferência Mundial Rio+20 em junho 2012. Resulta uma contribuição importante, documento sintético que vale a pena ler para acompanhar o processo e a gradual construção dos aportes brasileiros.… Leia mais

Bernardo Kliksberg -¿Cómo enfrentar la pobreza y la desigualdad? – octubre – 2011, 3p.

Esta excelente análise de Bernardo Kliksberg coloca com toda a clareza o desafio da desigualdade, com particular ênfase na América Latina. Curto e bem informado, este artigo mostra com força como se articula a especulação financeira (peso dos lucros financeiros no PIB e nos lucros corporativos em geral), a desigualdade… Leia mais

Ignacy Sachs – Entering the anthropocene: ‘Geonauts’ or sorcerer’s apprentices? – september – 2011, 11p.

Ignacy Sachs apresenta aqui uma visão de conjunto dos nossos desafios sociais e ambientais, ancorados por sua vez nas políticas de segurança alimentar e de mudança do paradigma energético. Em particular, Sachs oferece um “recuo” relativamente ás visões de curto prazo: trata-se de ver a era da revolução industrial no… Leia mais

How did academic publishers acquire these feudal powers? – George Monbiot – agosto 2011, 2p.

O artigo publicado no The Guardian, muito importante, apresenta como se organizou o sistema de pedágio, por editoras de artigos científicos, sobre a produção dos pesquisadores. Apresenta o comportamento das grandes empresas da área, como a Elsevier. Sabendo que o professor e universidades precisam do ISSN para créditos acadêmicos, cobram… Leia mais

Neither Prince nor Merchant: Citizen – Marc Nerfin – Agosto – 2011, 26p.

O artigo de Marc Nerfin é um pequeno clássico em termos da constituição e expansão das organizações da sociedade civil. O eixo central é que o príncipe (Estado) e o mercador (empresas) não são suficientes para regular a sociedade. Nerfin participou, junto com Ignacy Sachs e outros, de um movimento… Leia mais

Educação em territórios de alta vulnerabilidade social na metrópole – Cenpec – 2011, 34p.

O estudo do Cenpec é de primeira importância. Mostra de forma muito clara que a educação nas áreas de elevada vunerabilidade social simplesmente reproduz, na forma atual, a vulnerabilidade preexistente. Isto vale para os professores, inseridos na mesma dinâmica e na mesma desesperança, e os alunos, que não têm na… Leia mais

Amir Khair – Nuvens negras no horizonte da economia mundial – maio – 2011 – Carta Capital

Abaixo excelente avaliação do Amir Khair sobre os desequilíbrios financeiros. Vale lembrar que enquanto o PIB mundial é da ordem de 60 trilhões de dólares, os derivativos emitidos estão na casa de 900 trilhões de dólares (vejam sob “derivatives” no site do BIS de Basiléia). Emitiram um mundo de vales… Leia mais

Perry Anderson – Lula’s Brazil – february – 2011, 28p.

O estudo de Perry Anderson sobre os anos do governo Lula, comparação tranquila com o governo precedente, idéias sobre a transição para o governo Dilma, vale essencialmente pela tranqüilidade e ausência de paixões ou venenos que um analista externo consegue talvez com mais facilidade. Com riqueza de compreensão das dinâmicas… Leia mais

Plataforma por uma Economia Inclusiva, Verde e Responsável – Instituto Ethos – fevereiro – 2011, 19p.

Importante a plataforma de discussão divulgada pelo Ethos. Pelo peso das corporações, as tragédias sociais e ambientais acumuladas não se resolverão sem que as empresas assumam um papel mais responsável. Ponto escorregadio a considerar: onde está escrito na p. 16 “reduzir a carga tributária”, não é certamente o caso, a… Leia mais

Joan Martinez Alier – El caso Chevron Texaco en Ecuador – febrero – 2011, 13p.

Queria chamar a atenção sobre a recente decisão da justiça de condenar a Chevron Texaco com uma multa de 9 bilhões de dólares por crimes ambientais no Equador. O estudo de Joan Alier, de Barcelona, é realmente muito bom, mostra como é o diário real das grandes companhias de petróleo.… Leia mais

Yılmaz Akyüz – Why the IMF and the international monetary system nedd more than cosmetic reform – november – 2010, 45p.

Apresentamos aqui o texto importante de Yilmaz Akyuz, do South Center, sobre o sistema internacional de regulação financeira. O FMI tem formalmente o papel de assegurar “o bem estar público global  da estabilidade financeira”. Não se pode dizer que esteja à altura. Entre outros porque nos tempos de “boom” especulativo… Leia mais



Parceiros

© 2017 Ladislau Dowbor. Criação WowBrazil | Tema original Feelsen por Sérgio Vilar