O Brasil tem, junto com o continente africano, a maior reserva mundial de solo agrícola parado ou subutilizado, 160 milhões de hectares, cinco vezes a Itália. Autorizar desmatamento ou invasão de terras indígenas em nome de necessidades de produção é absurdo. Precisamos é de uma política agrária.