A saúde é um dos nossos principais setores de atividade econômica. Nos EUA representa 20% do PIB. Aqui muito menos, mas convivem a excelência do SUS e da Saúde da Família, e a irracionalidade dos planos privados de saúde, autêntica indústria da doença. Drauzio Varella apresenta uma imagem de conjunto, com muito bom senso, nesta entrevista de 50 minutos