Convidaram Rutger Bregman, um jovem historiador, para falar em Davos, na linha de “também ouvimos pessoas progressistas”, numa reunião paralela e mais discreta, mas que foi gravada. O objetivo era ilustrar o lado simpático dos ricos, como eles querem ajudar os pobres.

Em vez de se gabar com filantropia, Bregman desmontou a farsa. Disse ele, em resumo, paguem os seus impostos. A sua fala de 37 minutos, gravada em paralelo, gerou milhões de acessos (confira aqui). Abaixo a síntese de 1 minuto e meio:

Com a repercussão internacional, a Fox, para mostrar espírito esportivo, o chamou para uma entrevista, dando lugar a um bate-boca extremamente divertido, também com grande impacto na internet, já que a Fox cortou, mas ele gravou:


Francamente, com Rutger Bergman, temos um bom aliado. Que aliás não hesita em apresentar o outro lado: “De acordo com o escritor inglês Arthur Young (1741-1820), somente um idiota não sabe que as classes baixas devem ser mantidas pobres, do contrário elas nunca serão laboriosas” (63).

Aqui algo que reflete em que século andam as nossas próprias ‘classes altas’.

Confira também resenha nossa do livro de Rutger Bregman, “Utopia para realistas: como construir um mundo melhor” (Sextante, 2018 – 250 p.).