Share on Facebook5Share on Google+0Tweet about this on TwitterPin on Pinterest0Email this to someonePrint this page

A tale of two countries
Thomas Piketty, Emmanuel Saez and Gabriel Zucman

Acesse a íntegra em: http://equitablegrowth.org/research-analysis/economic-growth-in-the-united-states-a-tale-of-two-countries/

(AP Photo/Brennan Linsley)

Um texto curto e de excepcional qualidade traz o estudo de três pesquisadores importantes sobre as formas de irmos além da cifra grosseira que representa o PIB, construindo o que chamaram de ‘distributional national accounts’, metodologia que permite avaliar não só os fluxos brutos mas como evolui a renda dos 50% mais pobres, do 10% mais rico e dos 40% no meio que qualificam de classe média. “Os nossos dados mostram que a metade na base inferior de distribuição de renda nos Estados Unidos foi completamente cortada do crescimento econômico desde os anos 1970. De 1980 a 2014 a renda média nacional por adulto cresceu 61% nos Estados unidos, no entanto a renda média antes da tributação dos 50% de baixo de ganhadores de renda individuais (individual income earners) estagnou em cerca de US$16,000 por adulto ajustados à inflação . Em contraste, a renda explodiu (skyrocketed) no topo da distribuição de renda, subindo 121% para os 10% no topo, 205% para o 1% no topo, e 636% para o 0,001% no topo”. Texto curto, simples e explícito que  além de mostrar o absurdo dos ganhos de renda sobre aplicações (e não de produção) no topo da pirâmide social e a consequente desigualdade, aponta para as mudanças necessárias na contabilidade nacional.