Um avanço decisivo na pesquisa do genoma. Os cerca de 20 mil genes codificadores de proteínas representam apenas 2% do DNA. O resto era considerado como “junk”, lixo herdado do processo evolutivo. O consórcio internacional Encode que pesquisa o genoma desde o ano 2000, conseguiu finalmente começar a entender as funções dos 98%. O interessante para nós, na perspectiva deste site, é que estes avanços resultam do trabalho de 442 pesquisadores dispersos em 32 instituições no planeta. Trabalho colaborativo, de longo prazo, em que os resultados de uns ajudam a pesquisa de outros. A ciência e a tecnologias são antes de tudo construções sociais. A apropriação privada e travamento com patentes representam cada vez mais a cobrança de pedágios privados sobre um produto social.

Download