Interessante nota de Atilio Boron sobre a importância da inclusão da Venezuela no Mercosul. Temos as perspectivas de um espaço mais integrado e contínuo de ponta a ponta da América do sul. Melhor equilíbrio de controle de recursos energéticos no sub-continente. E um sinal claro que o movimento golpista de Asunción já não passa sem retribuição. Não é nenhuma revolução, mas significa sim, no xadrez que gradualmente renegocia as heranças de dominação norte-americana, um avanço muito significativo. Na visão mais ampla que traça o excelente documento da CEPAL, La Hora de la Igualdad, temos aqui um tijolo a mais na construção de rumos para um desenvolvimento mais equilibrado. (L. Dowbor)

Download