Artigo de James Petras (em inglês, 7 paginas) sobre a degradação da democracia americana nas últimas décadas. Uma síntese de rara felicidade. Assunto escorregadio em termos ideológicos, mas vital para o nosso futuro. A liberalização financeira e redução dos impostos dos ricos aumentaram a desigualdade e fragilizaram as finanças do Estado. Ao mesmo tempo intensificaram-se guerras em várias frentes e expandiram-se radicalmente os gastos militares (intervenção e manutenção). Petras também documenta a expansão dos sistemas de segurança interna (homeland security) que se agigantaram, e que além dos custos levam a uma drástica redução de direitos civis e da privacidade. E há evidentemente os rios de recursos do Estado canalizado para os bancos desde a crise financeira. O resultado, além da dívida pública da ordem de 100% do PIB (um quarto do PÌB mundial), é um déficit crescente e consequente ruptura do pacto de bem-estar social que estava na base do modelo americano, fazendo a sociedade pagar. Com a liberação do financiamento corporativo das campanhas eleitorais, o próprio sistema de representação política desanda. O “mix” é mais do que preocupante. (L. Dowbor)

Download