Hazel Henderson organizou o seguimento do deslocamento de investimentos para tecnologias mais sustentáveis. No conjunto, apesar da crise financeira global, e em boa parte até por causa dela, investir em políticas de longo prazo aparece como uma opção interessante inclusive do ponto de vista estritamente econômico. Gerar energias sustentáveis, por exemplo, é em todo caso mais confiável em termos de retorno. O Green Transition Scoreboard, GTS, que acompanha esta “transição” para a sustentabilidade,nos dá uma dimensão deste processo. De 2007 a 2011 orientaram-se para iniciativas sustentáveis 3,3 trilhões de dólares, dos quais 1,8 trilhões em energia. São recursos elevados e que crescem regularmente nos últimos anos. É uma guinada muito significativa, ainda que não altere o sistema no seu conjunto. (L. Dowbor)

Download