Cinco mil pessoas expulsas com violência de terreno que já ocupavam há anos. Coisa talvez pequena neste país grande, mas representativa do divisor de águas, entre a pretensa legalidade e o respeito humano. Esta entrevista de Boaventura de Souza Santos vale a pena. A função social da propriedade está na constituição.