Esta excelente análise de Bernardo Kliksberg coloca com toda a clareza o desafio da desigualdade, com particular ênfase na América Latina. Curto e bem informado, este artigo mostra com força como se articula a especulação financeira (peso dos lucros financeiros no PIB e nos lucros corporativos em geral), a desigualdade e a pobreza crítica que resulta. E fecha com o argumento já conhecido na economia: a desigualdade não é só um problema ético, é uma burrice econômica, pela perda de produtividade sistêmica que gera. (L. Dowbor)

Download

Também disponível em ¿Cómo enfrentar la pobreza y la desigualdad?