Neste texto, Marcos Arruda traz uma visão de conjunto do processo de gestação da crise, e as alternativas em termos de propostas de mudança sistêmica. Uma boa sistematização, apresentando um conjunto de autores que pesquisam o tema. Na realidade, ninguém podia prever a eclosão tão ampla da crise neste momento, mas a compreensão dos desequilíbrios estruturais já foi apresentada por numerosos autores. O texto de Marcos termina com a necessidade de se pensar os objetivos econômicos na linha da qualidade de vida da população (Felicidade Interna Bruta), indo além do tradicional PIB. Boa bibliografia. (L. Dowbor)