Dissertação de mestrado em economia da PUC-SP, defendida em maio de 2007; participam da banca os professores Rosa Maria Marques (orientadora), Paulo Nakani e Ladislau Dowbort.

Biblioteca da PUC-SP ou com o autor

Entender o que está acontecendo na Venezuela é importante. Apesar de todas as simplificações que aparecem nas imprensa brasileira, que vestem Chavez na roupa de antigos caudillos militares ou de populistas tipo Perón, a realidade é históricamente nova, e os processos são radicalmente diferentes. Numa país virtualmente sem classe média, dominado por uma gangue de rentistas acostumados a viver do petróleo sem tomar iniciativa alguma para o desenvolvimento do país, a articulação de um governante diretamente com a a base popular constitui a única forma de gerar uma outra força política e de promover transformações. Não se trata mais da visão populista que consistia em usar de demagogia junto à população para perpetuar interesses dominantes, trata-se de usar a relação direta com organizações populares para gerar um contrapeso à tradicional oligarquia do país.


 


Para a oligarquia jurássica que dominou a Venezuela, a exploração do petróleo com o apoio de corporações internacionais constituiu uma forma confortável de sobrevivência, enquanto os dramas sociais e econômicos iam se agravando. Este tipo de situação é encontrado numa série de países. A alternativa da venezuela é neste sentido muito significativa.  


 


 O trabalho de Pedro Barros é importante porque é muito bem documentado, apoiado em várias visitas de estudo que fez no país, e sobretudo porque mostra, ao desenrolar o processo de transformações das últimas décadas, a que ponto se trata de mudanças históricas. Literalmente, passamos a entender o processo venezuelano. Muito bem escrito, bem organizado e transparente nos argumentos, ponderado na visão, bem documentado, o estudo de Pedro Barros é uma sólida vacina contra as simplificações absurdas que têm surgido sobre o que está acontecendo na Venezuela, na esquerda e na direita. O trabalho está disponível na biblioteca da PUC-SP e com o autor


 


 

Autor: Pedro Silva Barros