(Volume III de A Reprodução Social, edição em tres volumes, revista e atualizada) – Não adianta muito investir pesadamente em equipamento industrial moderno sem se formar a mão de obra, nem desenvolver exportações agrícolas em segmentos modernos de atividade econômica se dezenas de milhões de pessoas passam fome. Em outros termos, o essencial para a reprodução social é assegurar o desenvolvimento equilibrado das atividades produtivas, das infraestruturas, da intermediação e das políticas. Coloca-se então o problema: quem está encarregado de equilibrar o processo, o conjunto das áreas? Analisando experiências brasileiras, mas também de diversos países que estão avançando com propostas inovadoras de organização social e política, o livro apresenta uma série de alternativas de gestão descentralizada e participativa. Publicado pela editora Vozes, www.vozes.com.br (L.Dowbor)

Download