Breve análise das relações entre a oligarquia brasileira e as novas exigências de uma inserção adequada do país na economia mundial. Os mecanismos atuais nos levam a alternativas pouco reconciliáveis entre satisfazer as dinâmicas especulativas externas ou priorizar o reequilibramento econômico e social interno. Artigo publicado pela revista da Universidade São Francisco. (L. Dowbor)

Download